COMPARTILHANDO – 2º dia

17 de Maio de 2011 às 15:14 por Rosana Manzini | Postado em: fé x vida
| Comentários (1)

Por problemas de tempo de conexão, não pude cumprir o que tinha prometido, ou seja, postar diariamente um diário dessa fantástica viagem. Agora procuro fazer um relato, talvez não tanto detalhada como se tivesse feito no dia, mas busco na memória esses detalhes.

Desde sexta-feira, dia 13 de maio, estou em Roma. Fui convidada, pelo Pontifício Conselho Justiça e Paz, para participar do Congresso pelos 50º anos da encíclica MATER ET MAGISTRA, representando o CELDE (Centro de Estudos Léon Dehon). Após uma longa viagem, passando por Portugal, desembarcamos em Roma. Chegamos bem na hora do jantar da comunidade do Colégio Internacional. Encontramos a comunidade reunida e assim pude abraçar meus amigos que estão aqui para estudos. Fiquei muito feliz em ver que Pe. Mario Marcelo, Pe. Djalma, Pe. Claudio Buss, Pe. Anisio estão super bem, animados e com seus projetos em pleno andamento, claro que com saudades da terrinha, mas enfrentando com dignidade o momento exigido de suas vocações. Saímos para tomar sorvete e conversamos até tarde da noite, tentando, somente tentando, colocar todas as “informações” em dia.

Sábado acordamos cedo e fomos tentar entrar na Basílica de São Pedro, para rezarmos junto ao túmulo dói Beato João Paulo II. Chegamos tarde, a fila contornava a praça, impossível entrar. Então fomos comprar as lembrançinhas e as encomendas feitas. Giramos, compramos, tiramos fotos

….. depois meus amigos retornaram ao Collegio Internazionale e eu decidi permanecer passeando, não é toda hora que posso estar em Roma e passear tranquilamente sob um céu azul azul. Nas últimas viagens tenho procurado descobrir prazer em passear sozinha. Sempre gostei, e continuo gostando, de passear com amigos para partilhar as emoções e impressões, mas é fato que não é sempre que isso pode ser feito, então procuro aproveitar a oportunidade e viver bem os momentos de estar sozinha…. Descobri que existe um grande diálogo comigo mesma, rsrsrsrs. Então, caminhei por toda a tarde aproveitando uma temperatura solar deliciosa e relembrando os tempos de vida a Roma. Para quem não sabe vivi por dois anos nesta Città Eterna e toda vez que volto tenho sempre a sensação de voltar para casa.

Voltei para a casa dehoniana e participei da celebração eucarística com toda a comunidade.

À noite, saímos para comer uma pizza extraordinária na Rè (pizzaria perto da Piazza Navona) e finalizar o dia com um vero gellato italiano.

Este foi o segundo dia e tudo foi bom! Mas fui dormir pensando no domingo, seria um dia especial, mas longe de qualquer previsão, não imaginei que seria tão especial.

1 Comentário »

  1. Muito bom acompanhar seus relatos, acho que esqueceu completamente do “No Gruéen” mas depois voce recomeça, aprendi á algum tempo a gostar de ficar comigo mesma é uma atividade bastante prazerosa as vezes, temos a oportunidade de nos conhecer melhor, rsrsrs em Roma então deve ser o máximo. Beijos!!!!!!!!!!!

    Comentário por Olga Amorim — 17 de Maio de 2011 @ 18:40

Feed RSS para comentários a este post. TrackBack URI

Publicar um comentário